Novembro Azul: uma campanha Pet

novembro 10
No comments yet

Aproveitando a campanha Novembro Azul de conscientização sobre o câncer de próstata, vamos abordar a temática aplicada aos cães. Pois é, o câncer de próstata, embora menos incidente do que nos humanos, é passível de ocorrência nos animais.

Geralmente, a doença afeta cães mais velhos, castrados ou não. Os sintomas mais comuns são: movimentação com o dorso arqueado, sangue na urina e esforço anormal para urinar. Quando a próstata aumenta de tamanho, pode haver constipação ou achatamento das fezes.

Outro problema bem comum ligado à próstata canina, de cães cães não-castrados, é a hiperplasia prostática benigna (HPB), ou seja, o aumento da próstata sob estímulo dos andrógenos, os hormônios sexuais masculinos. Outras alterações podem acometer a próstata, como a prostatite bacteriana crônica, trata-se da infecção da próstata, causada, por exemplo, por bactérias da uretra ou que chegam à próstata pela circulação sanguínea.

cuidados-filhotes-cachorro

Por isso, indica-se que os cães a partir de 7 anos sejam submetidos, anualmente, a exames de ultra-som abdominal para verificar a saúde de próstata e testículos (no caso dos não castrados).

Sempre reforçamos: leve seu animal anualmente ao Médico Veterinário, ou sempre que verificar alguma condição estranha ao comportamento habitual. Seu cuidado pode salvar a vida do seu peludo.

Fontes: Ehow e Blog da Lolipet.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *